06/04/2011

Composição química

    A composição do gás natural pode variar muito, dependendo de fatores relativos ao reservatório, processo de produção, condicionamento, processamento e transporte. De uma maneira geral, o gás natural apresenta em média: Metano (90%), Etano (6%), Propano (2%) e Butano, pesados e inertes (2%).

Demonstrando as fórmulas moleculares e estruturais que constituem o gás natural:

METANO (CH4)

    Um gás incolor, sua molécula é tetraédrica e apolar, de pouca solubilidade na água e, quando adicionado ao ar se transforma em mistura de alto teor inflamável. É o mais simples dos hidrocarbonetos.

ETANO (C2H6)
    Um alcano, isto é, um hidrocarboneto alifático. Em CNTP, etano é um gás sem cor e sem cheiro. Em escala industrial, etano é produzido a partir do gás natural e do refino do petróleo. Sínteses químicas podem ser ativadas através da eletrólise de Kolbe

PROPANO (C3H8)
    Um alcano de três carbonos, propano é algumas vezes derivado de outros produtos do petróleo, durante processamento de óleo ou gás natural. 

BUTANO (C4H10)
   O butano é um derivado do petróleo. É um gás incolor, inodoro e altamente inflamável. É um hidrocarboneto gasoso, obtido do aquecimento lento do petróleo. O nosso gás de cozinha. Atualmente este é fornecido via tubulação e em botijões. O termo butano é também usado como um coletivo do n-butano junto com seu único isômero, isobutano (também chamado metilpropano), CH(CH3)3.



                                                           n-Butano                         
i-Butano



Nenhum comentário:

Postar um comentário